Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Taverna Taller #8 – As bases do fluxo unificado – com Celso Martins

Taverna Taller é um podcast criado para explorar um tema quente por mês. Cada programa contará com a presença de um integrante do time da Taller ou de algum convidado especial.

Coloque um fone de ouvido, dê o play e aproveite o passeio. Mas cuidado, nem tudo é o que parece Muahaha!

Veja a lista com todos os programas | Taverna Taller no iTunes

* * *

(Estamos trabalhando na versão transcrita e adaptada do podcast.)


Palestra que o Rafael apresentou no Agile Brazil sobre fluxo unificado:

**

Atualização (12/12/2017)

Lançamos, em parceria com o Alisson Vale (Software Zen), o curso Fluxo Unificado: como otimizar o fluxo do seu portfolio de projetos de software.

Conheça nosso modelo de fluxo onde todos os projetos passam por um mesmo processo e são atendidos por uma única equipe:

Mais informações sobre o curso →


***
Recado da Taller:
Criamos o Programa de Otimização da Gestão Ágil para quem quiser levar as práticas de eficiência de trabalho para dentro da sua empresa.

Conheça a Programa →

***

  • Legal o post galera!

    Em 2009 quando iniciamos o trabalho na Trevisan Tecnologia antes de virar uMov.me existiam diversos projetos e produtos rodando ao mesmo tempo, todos com seus problemas de atraso e dificuldades de entrega e entendimento.

    Mudamos e trocamos para ter 1 única fila de priorização, e com isso tudo virou parte do mesmo backlog de execução. Esse processo de trabalhar com fluxo unificado foi essencial para mais consciência do processo de aprendizado sobre negócio, sobre os clientes e o conhecimento da própria equipe.

    Esses resultados apareceram na palestra que fiz no Agiles, em 2009. Que por acaso foi em Santa Catarina até.

    Essa foi uma época muito legal.

    Aparecia muito fácil as deficiências de conhecimento e técnicas do time, e isso ajudou muito nas práticas de gestão de conhecimento para maximizar os resultados. Fora o ganho de qualidade na carreira de todas estas pessoas.

    Saímos de uma equipe com médias de entrega de 75 dias (sempre com atraso) para 14 dias (atuando em prevenção e comunicação frequente com clientes), começando a ter resultados efetivos depois de 3 meses de trabalho e crescendo a partir disso.

    Nessa época a equipe iniciou com iterações de 3 dias (fazer os problemas emergirem mais rápido e também os fluxos de reflexão) e depois fixamos em iterações de 1 semana de trabalho.

    — Daniel Wildt

    • celsoMartins

      Grande Wildt. Mega prazer ter você por aqui na audiência e comentando. Incentivo gigante.

      Muito legal o seu relato. Foi muito do que sentimos também. Ao desobstruir os canais de comunicação e tirar a coordenação dos times das mãos de uma gestão única e centralizada, automaticamente reduzimos os custos de coordenação e esses canais se desobstruíram. Temos perdas, mas os ganhos, até agora, superam e muito estas perdas.

      Abs!