Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Princípios do Manifesto Ágil para um Design simples

Você deve estar ciente de que projetar sites para a internet não é tarefa fácil. É importante ter clareza de onde se quer chegar antes de botar a mão no código ou no software gráfico.

Como conquistar um design simples, o mais simples possível?

Uma abordagem é “valorizar as raízes” e buscar inspiração nos fundamentos do Manifesto Ágil. Repare bem no primeiro argumento:

Valorizamos indivíduos e interação entre eles mais que processos e ferramentas

Processos e ferramentas ágeis são cruciais e extremamente efetivos no ambiente apropriado. Experimente valorizar mais a cultura ágil , observe o comportamento das pessoas e a qualidade da comunicação entre elas transformar sua forma de trabalhar.

Cultivar ágil na empresa para um design simples
“Como cultivar o Ágil na sua empresa” 1- Valores 2- Princípios 3- Práticas”

Um dos meus princípios favoritos do Manifesto Ágil conversa com um velho conhecido dos designers, o pensamento “menos é mais”:

Simplicidade – a arte de maximizar a quantidade de trabalho que não precisou ser feito.

Essencialmente, isso implica pequenos times, pequenas histórias, pequenas e constantes entregas. Priorizar histórias não é opcional, afinal se tudo é prioridade, então nada é prioridade! Construindo o mais importante primeiro, é possível entregar valor mais rápido.

Simplicidade facilita a criação de produto com funcionalidade mínima que é fácil de usar e tem uma interface simples de um Mínimo Produto Viável (MVP).

  • Manter o design simples diminui a necessidade de documentação para suporte.
  • A abordagem do design simples reduz trabalho desnecessário feito antecipadamente.
  • Refatorar mantém o código e o design simples e fáceis de mudar com menos esforço.

MVP para um Design simples

Agora guarde esta próxima ideia no lado esquerdo do peito: realize “Apenas Beirando o Bom o Suficiente” (Just Barely Good Enough – JBGE). Às vezes pode ser difícil vislumbrar uma entrega com altos níveis de abstração como um Guia de Estilo ou uma Matriz de Conteúdo, mas acredite, a tentação perfeccionista vai te fazer gastar seu precioso tempo. JBGE é realmente o mais eficiente possível no momento. Como diz o meu colega Ítalo, quanto mais feio um protótipo, melhor.

Just Barely Good Enough para um Design Simples

Aproveite o tempo economizado para testar e extrair métricas da experiência de usuários reais. O ciclo é Construir-Medir-Aprender e não Construir-Cruzar os dedos. Afinal, todos nós já sabemos que compreender cada vez mais o comportamento do nosso consumidor é a chave de sucesso para qualquer empresa.

Em entrevista para o Taller Cast, Manoel Pimentel – agilista pioneiro no Brasil – discorre sobre a relevância do Manifesto Ágil na atualidade e nos presenteia com essa bela adaptação do princípio da simplicidade:

Simplicidade – a arte de maximizar o desembolso não feito.

Chega a um ponto onde qualquer esforço adicional desprendido para desenvolver o produto irá aumentar seu custo sem aumentar seu valor. Se não for zero, o aumento no valor poderá ser insignificante quando comparado ao aumento no custo. Essa é a hora de parar!

O CHAOS Manifesto do Standish Group em 2013 declara que 50% das funcionalidades do software são nunca ou raramente usadas. E adivinha quem está pagando por quase metade de um software que nunca é utilizado? Eliminar esse desperdício de trabalho é uma ótima oportunidade para fazer mais ou melhorar o seu real valor, potencializando a experiência do usuário.

Funcionalidades inúteis não combina com Design Simples
Olhe para todas essas funcionalidades que eu nunca vou usar.

Se liga no primeiro princípio do Manifesto Ágil:

Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente, através da entrega adiantada e contínua de software de valor.

A não ser que o cliente curta esbanjar e ostentar funcionalidade inútil, alcançar o JBGE é uma boa alternativa para trabalhar o real valor de um produto.

Ainda em tempo, da série meus princípios favoritos do Manifesto Ágil:

Pessoas relacionadas à negócios e desenvolvedores devem trabalhar em conjunto e diariamente, durante todo o curso do projeto.

Incentive a equipe a definir acordos de trabalho para facilitar a troca de informações e evitar falhas de comunicação. Certifique-se de que seja um documento vivo e que fique acessível para todos desde à gestão ao desenvolvimento.

As pessoas e a interação entre elas são a alma do negócio, quer descobrir se todos da equipe estão alinhados com os princípios que o Manifesto Ágil valoriza? Mapeie a cultura da sua empresa.

Sempre que possível tire um tempo do seu dia para ler – e reler – o Manifesto Ágil. Ele continua muito atual.

Referências
Interação entre devs e designersTallerCast: Agile Brazil 2014Lean RedesignGeração de valorInfoquadrinho: Metodologias ÁgeisResponsive Web DesignKanban ou kanbanHow To Grow Agile In Your Company!Agile Principle: SimplicityTED Videos


***
Novidade:
Criamos o Programa de Otimização da Gestão Ágil para quem quiser levar as práticas de eficiência de trabalho para dentro da sua empresa.

Conheça a Programa →

***