Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Lean Redesign UI – Episódio 01: Kick-off

Redesenhar o próprio site não é tarefa fácil. É um trabalho que tende ao infinito quando não se sabe onde se quer chegar.

Muitas perguntas surgirão ao longo do caminho. A primeira e mais essencial é:

Por que fazer outro site para a Taller?

A Taller cresceu.
Em espaço físico, em equipe, em força comercial. Cresceu em capacidade de fazer acontecer um mundo onde o trabalho não é mais uma prisão, e sim, uma incubadora de talentos e nascedouro de projetos inovadores.

Por isso, é importante criar um marco que simbolize essa evolução. Um marco que não só mostre o que fizemos, mas que aponte para onde estamos indo. O novo site cumpre esse papel.

Outro bom motivo é a possibilidade de nos reinventarmos. Criar um case que mostre o potencial de novas tecnologias e novos conceitos. Dar vazão ao nosso lado mais criativo e ousado.

Então nos deparamos com outra pergunta:

Como começar – de maneira ágil?

Quem já participou de um processo de redesign sabe o quão desgastante é ficar fazendo versões do mesmo trabalho. Para evitar esse cenário, vamos recorrer ao décimo princípio do Manifesto Ágil:

Simplicidade: a arte de maximizar a quantidade de trabalho que não precisou ser feito.

Em outras palavras: descubra o que as outras pessoas esperam do seu trabalho.

Isso requer um esforço inicial para alinhar as expectativas e tornar o processo de criação inclusivo e aberto.

Para superar a inércia inicial vamos recorrer às dicas do front-end designer, Brad Frost. Em seu case para o redesign da versão mobile do Techcrunch, ele sugere o uso de duas dinâmicas combinadas: o 20-seconds gut test; e o Design Studio. Elas aconteceram na seguinte maneira:

Preparação para as dinâmicas:

Foi criado um formulário no Google Drive com uma breve introdução ao que estava sendo feito, seguido com 4 perguntas-chave:

  • Top 3 referências de benchmarking
  • Top 3 referências de linguagem
  • Top 3 referências visuais.
  • Top 3 referências de discurso de vendas.

Os resultados foram compilados e deram origem à próxima etapa.


Teste dos 20 Segundos

Com as referências em mãos, foi criada uma apresentação e marcada uma data para realizarmos o Teste dos 20 Segundos. Essa atividade em grupo ajuda a selecionar e analisar as referências que inspirarão o andamento do projeto, e por isso é importante que os tomadores de decisão estejam presentes.

O teste funciona na seguinte ordem:

1 – Cada referência vira um slide, com número e endereço.

2 – O slide é mostrado por 20 segundos.

3 – Ao final do tempo, os participantes dão suas notas. (-1 para o que não tem nada a ver; 1 para o que é interessante; 2 para o que é muito interessante).

4 – Some os pontos de todos os participantes e avance para a próxima referência.

5 – Quando todos os slides forem votados, os 4 que tiverem mais votos serão analisados com calma, com 2 minutos para cada um deles.

6 – Na hora da análise detalhada, alguém anota os pontos positivos e negativos de cada uma das referências, desde a a escolha tipográfica, cores e imagens até a adaptação responsiva.

Ao final da atividade, é importante que se chegue em um quadro parecido com este:

alt

Agora o time já tem uma pista inicial do caminho visual que deve seguir ao começar os primeiros esboços.

Design Studio

O próximo desafio é o de descobrir e priorizar as áreas de conteúdo do site. Para isso, vamos utilizar uma técnica do Lean UX, o Design Studio.

Funciona da seguinte maneira:

1 – Cada participante recebe uma folha em branco, caneta e 4 post-its.

2 – Por 5 minutos, todos listarão as áreas que gostariam de ver no site.

3 – Ao termino do tempo, o mediador pede para cada um ler o que escreveu e lista em um quadro todos as áreas, agrupando aquelas que se repetem.

4 – Hora da votação. Cada um escolhe as 4 áreas mais importantes de tudo que foi listado. Essas áreas serão as que serão desenvolvidas primeiro. Foco no MVP!

Com o quadro preenchido, tire uma foto e compartilhe com os envolvidos no projeto.

alt

Se necessário, passe-o a limpo. (O que não foi o caso, por que a nossa querida Jojô mandou muito bem na missão.)

**

Antes de avançarmos para os esboço o time precisa estar alinhado. Por isso, o próximo episódio servirá para ajudar a estabelecer os príncípios de trabalho que serão utilizados ao longo da jornada. Vamos detalhar a filosofia para uma gestão ágil.

Até!

Lista de episódios da série Lean Redesign UI

 


***
Novidade:
Criamos o Programa de Otimização da Gestão Ágil para quem quiser levar as práticas de eficiência de trabalho para dentro da sua empresa.

Conheça a Programa →

***