Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Série o Analista de Negócios: BVP na prática

Olá!

Conforme prometido este artigo representa a continuação do primeiro artigo O que é BVP no desenvolvimento ágil.

Esse artigo será como um mini workshop onde explicarei cada passo da técnica e você estará aplicando o BVP na prática, através da planilha.

O primeiro passo é você visualizar a planilha BVP que também estará disponível para download no final do texto.

Com a planilha em mãos, então vamos começar!

Para este artigo, simularei um projeto fictício chamado XPTO. Trata-se de um sistema de E-commerce, multi-idioma, que vem evoluindo suas formas de pagamento juntamente com o aparecimento de bugs, normal né? :-) rsrsrs, o projeto já está em produção!

fig1. Retrato das 7 demandas no BVP.
fig1. Retrato das 7 demandas no BVP.

 

Conhecendo as colunas básicas do BVP

A primeira delas já da para perceber que se trata de uma Chave única, aqui na Taller utilizamos hoje o sistema Jira para controlar as transições das demandas e toda vez que uma história (Story) é criada, automaticamente é gerada esta chave (Key).

Summary: trata-se de um pequeno resumo daquela demanda, ou seja, você pode utilizar o próprio título da sua história de usuário. O importante é que essa informação seja objetiva o suficiente para seu cliente entenda rapidamente do que se trata.

Tipo: na Taller utilizamos o fluxo único de trabalho e isso quer dizer que temos uma mesma equipe que lida com suporte aos bugs e com novos projetos, ou seja, todo mundo participa de tudo, por conta disso você verá nessa planilha tanto Stories quanto Bugs, priorizadas do mesmo jeito.

Possui integração: essa coluna surgiu recentemente em nosso modelo de BVP e foi criada primeiramente para dar maior visibilidade ao cliente, trazendo clareza sobre quantas e quais demandas possuem algum tipo de integração.

Situação: Essa coluna trata de qual estágio está uma determinada demanda.

Na Taller trabalhamos com Sistema Kanban, com o envolvimento do cliente neste sistema. Dentro do nosso quadro de kanban existem as seguintes colunas de transição: (As informações aqui mencionadas sobre as colunas do quadro kanban são somente para justificar o seu uso na coluna situação)

  • Backlog (Committed Stories), ou seja, a partir daqui a demanda começa a fluir em nosso fluxo continuo.
  • Ready for Dev, está na fila do desenvolvimento e a qualquer momento poderá ser puxada pela equipe.
  • Doing, em desenvolvimento.
  • Ready for acceptance, pronta para o cliente homologar.
  • Acceptance, momento em que o cliente está homologando.
  • Ready to deploy, aprovada e pronta para entrar em produção.
  • Closed / Done, demanda concluída ou encerrada.

 

Cada um desses estágios deve ser reportado na coluna de situação do BVP, para permitir uma maior visibilidade ao seu cliente, assim que as demandas forem para Done, você pode atualizar o filtro da Situação para não visualizar as demandas concluídas, dessa forma diminui também a poluição visual.

Observação, trata-se de um campo que permite repassar informações que sejam importantes para registrar ao seu cliente. No exemplo da XPTO-77 a mesma está impedida, devido à falta de informações.

Entendido sobre as colunas básicas do BVP, agora vamos para parte mais interessante :-)

 

Visão do cliente

As colunas a seguir foram construídas a partir de conversas e entendimento do que o cliente normalmente precisa priorizar no dia a dia de seu projeto.

Para padronizar e facilitar as explicações, o formato será da seguinte forma:

  • Nome da coluna (Dimensão);
  • Texto que está dentro da nota da coluna da planilha;
  • Explicação que poderá ser feita ao seu cliente;
  • Peso e nota

Será utilizada ahistória de usuário XPTO-30 para contextualizar as explicações.

Primeira coluna, Economiza $$$

“Dimensão que indica se o cliente economizará dinheiro com a demanda em produção”.

Entende-se que, nesta dimensão, ocorra a definição de que determinada história trará algum tipo de economia no processo daquele projeto ou produto, por exemplo:

XPTO-30 – Permitir pagamento recorrente do cliente. Esta demanda possui nota 3 e isso que dizer que terá uma economia de dinheiro considerável, pois além de diminuir a quantidade de vezes que a pessoa voltará a ter que fazer a mesma compra, permitirá reduzir o esforço da loja em avisar aos seus clientes que eles precisam fazer uma nova compra.

Seu peso é considerado 1, pois dentre as 4 dimensões esta demanda é a que menos gera impacto ao valor do negócio.

  • 0 – Não economiza
  • 1 – Economiza um pouco
  • 3 – Economiza
  • 5 – Economiza bastante

Segunda dimensão, Faz entrar $$$

“Dimensão que indica que o cliente fará mais dinheiro com a funcionalidade”.

Esta dimensão permite ao cliente definir o quanto determinada demanda retornará diretamente sobre algum valor financeiro. Se olharmos para XPTO-30, fica claro que está sendo aberto um novo meio de pagamento, caso essa demanda tivesse um retorno indireto de valor monetário sua nota seria mais baixa, mas neste caso a nota ficou em 5.

Dentre as dimensões, essa demanda fica com peso 3 por se tratar de um valor de negócio de média importância.

  • 0 – Não faz ganhar dinheiro
  • 1 – Faz ganhar pouco
  • 3 – Faz ganhar
  • 5 – Faz ganhar muito

Terceira dimensão, Reduz o Transaction Cost

Transaction cost, ou custo de transação, alto é normalmente responsável por grandes lotes. Auxiliando na automatização de algumas tarefas, reduzimos o transaction cost, permitindo lotes menores e o estado de fluxo”.

No caso, da XPTO-30 ela estará diminuindo consideravelmente o esforço do cliente em ter que todo mês repetir o processo de compra de um determinado serviço ou produto que precisa ser adquirido de forma recorrente e, por isso, sua nota é 5.

Esta dimensão possui peso 3, o mesmo peso que a dimensão anterior.

  • 0 – Não reduz transaction cost
  • 1 – Reduz um pouco
  • 3 – Reduz
  • 5 – Reduz muito

Quarta dimensão, Time Criticaly

“Janela de oportunidade. Normalmente vinculado com custo de atraso (CoD). Nota 5 costuma ser dada se existe alguma data importante sazonal vinculada (Natal, Dia das Mães, Dia dos Pais, etc)”.

De forma bem objetiva, essa dimensão define o quanto a história é importante para uma determinada faixa temporal (milestone). Considere que em nosso exemplo a demanda XPTO-30 está atendendo um prazo interno do cliente pois existe uma campanha de makerting com data já estabelecida e que não há possibilidade de troca de data, pois haverá multa. Neste caso sua nota é 5.

Esta dimensão é a que tem maior peso em relação as outras por se tratar normalmente de situações críticas e de grande impacto.

Com todas as dimensões e colunas básicas devidamente preenchidas chega-se à coluna mais importante do BVP, e que norteará o desenvolvimento do produto ou projeto.

 

Informações importantes sobre o processo utilização da planilha de BVP

Pode acontecer uma baixa participação do cliente no início da utilização da planilha de BVP, então será necessário você mesmo pontuá-la e depois discutir junto a ele a ordem de priorização.

Pode ser importante definir um milestone, ou seja, um objetivo de negócio e de comprometimento onde você terá um conjunto de histórias a cumprir, todas com pontuação preenchida.

Com o monitoramento de cada BVP e sua situação no processo, você terá a possibilidade de criar gráficos burn-up para poder acompanhar a evolução da entrega de suas demandas. Veja abaixo alguns exemplos:

fig2. Burn-up de BVP de histórias em Done.
fig2. Burn-up de BVP de histórias em Done.

 

Espero que tenha gostado dessa pequena jornada :-).

Desde que começamos a utilizar o BVP conseguimos levar para todos os nossos clientes uma visão mais sistêmica,  e todos nos disseram que esse tipo de priorização facilitou as conversas entre todos os envolvidos, pois todos passaram a entender que cada demanda tem seu nível de valor e que é sempre necessário priorizar o que traz maior valor para seu objetivo de negócio.

 

 Baixar Planilha de BVP →

  • Bem legal o uso do BVP que vocês fazem. Acho que dá pra crescer isso para um Strategic Value bem legal.

    • helalferrari

      Legal! Em breve deve sair a versão 2.0 do BVP para utilização de uma maneira mais avançada com uso do Story map junto. :-)